25 de mar de 2011

Quase ao vivo #1


Todd Rundgren tocando "Hello It's Me" (na minha percepção é a música dele mais conhecida pelo grande público) em 1973, em algum programa de TV norte-americano que eu não consegui descobrir qual é.

Os comentários no youtube são sempre um show a parte e, sem querer, dão o motivo do post:
"you and freddie mercury are either related or addicted to the same drugs, because you look alike"

"we found gaga's dad"

"Liv Tyler looks more like Todd imo. Lady Gaga resembles him too. She copies his style."


Esse não é playback. Elton John tocando "Razor Face" em 1971, pra BBC. Com um power trio genial. Não consegui descobrir os nomes do baixista e do batera.

Coloquei esses vídeos por que tenho ouvido muitos esses dois (hoje) senhores. Acho que 2011 tem 66% de influência direta desses cara e da época deles, da circunstância da época.

É sempre aquela coisa: superficialmente a situação é outra, mas o esqueleto do que a gente acha que é música pop atual tem bem umas dezenas de ossos ROUBADOS dos mausoléus das obras do Elton John e do Todd Rundgren. O Freddie Mercury também tem um papel importante nisso aí.

A influência do Rundgren não é óbvia, eu sei, a carreira dele não foi comercialmente bem sucedida no mundo como a do o Elton John. Mas um outro dia eu toco nesse assunto.

EDIT 25/03/11 2h08: O @diboua discordou no twitter, falou que a Carole King "soa exatamente como esses caras", o que eu concordo, mas "trocou as fraldas dos Beatles".

Aí eu discordei.

O Tapestry, que é o disco que realmente LANÇOU a Carole King para o público do universo é de 1971. Ela é contemporânea dos caras. É só conferir a cabeleira e os timbres desse vídeo também de 71, também para a BBC.



Postar um comentário
Google+